terça-feira, 17 de maio de 2011

Agnelo Alves não orienta bem Maurício Marques


Logo que entrou na prefeitura, Maurício Marques anunciou que Agnelo seria seu orientador, inclusive no site do Oliveira Vanderlei fala sobre isso, porém, com todos os problemas de Parnamirim fica a impressão de que Agnelo não consegue mais orientar tão bem o seu apoiado em 2008

Veja os problemas da Cidade, alguns: Violência, falta de saneamento, de drenagem, descaso na Saúde, ruas alagadas, esburacadas, obras paradas, Lixo, falta de controle de endemias, de zoonoses, Avenidas sem sinalização, Engenheiros e arquitetos em Greve, Maternidades e hospitais superlotados, espera de processos na SEMURB que duram anos, construções irregulares, Ruas sem calçamento, Nova Parnamirim em caos, Passagem de Areia entregue à criminalidade, Parques abandonados, Praças sem manutenção e sendo local de uso de drogas, Transporte público precário, falta de abrigos em paradas de ônibus, entre outras coisas.

VEJA A MATÉRIA ONDE MAURÍCIO DIZIA QUE AGNELO SERIA SEU ORIENTADOR QUE SAIU NO OLIVEIRA VANDERLEI E REPRODUZO

Maurício Marques e Epifânio Bezerra tomam posse na Prefeitura de Parnamirim
"Não pensem que acabou a minha parceria com Agnelo Alves. Agora é que ela começa. Ele será nosso conselheiro e nosso orientador nessa caminhada". Foram palavras do prefeito Maurício Marques(PDT) no seu discurso de posse, nesta quinta-feira(1º), em Parnamirim.

Maurício lembrou os 12 anos vividos ao lado de Agnelo, desde a primeira candidatura em 1996 e durante os últimos oito anos como vice-prefeito. Ele que a presença permanente de Agnelo em Parnamirim será um prazer. “Agnelo Alves é o eterno prefeito de Parnamirim”, declarou Maurício.

A posse de Maurício e do vice-prefeito, Epifânio Bezerra(PMDB), ocorreu às 18 horas, na Câmara Municipal.Para o novo prefeito de Parnamirim o que ocorreu ontem na Câmara Municipal não deve ser chamado de uma sucessão. "Essa é apenas a instalação de um governo que será a continuação do governo Agnelo Alves", enfatizou Maurício.

Epifânio - O vice-prefeito, Epifânio Bezerra, agradeceu a confiança do povo e lembrou que o propósito do novo governo é atuar com transparência e participação democrática.

Ele fez uma menção especial à participação feminina na campanha eleitoral e enfatizou a coragem e independência das mulheres de Parnamirim. "Foi uma vitória conquistada voto a voto", frisou ele.

Agnelo - O ex-prefeito Agnelo Alves agradeceu as referências elogiosas feitas por Maurício Marques e Epifânio Bezerra e se emocionou ao discursar na solenidade de transmissão de cargo, realizada em um palco na marginal da BR-101.

"Não digo que vou morrer de saudades de Parnamirim, vou viver de saudades de Parnamirim", assinalou Agnelo. Ele anunciou seu retorno ao jornalismo, mas não deixará de ajudar Parnamirim.

"Toda vez que for procurado para dar minha contribuição a Parnamirim, serei encontrado para zelar por essa cidade", ressaltou Agnelo.

Posse do secretariado - Durante a solenidade de transmissão de cargo, ainda foram apresentados os novos secretários.

Eles serão empossados logo mais, às 10h30, no auditório do Centro Administrativo.(MATÉRIA REPRODUZIDA NÁ ÉPOCA DA POSSE DE MAURÍCIO)

Micarla e Maurício: Um com Mídia e a outra Sem Mídia


Quem vê esta foto onde está Micarla e Maurício nem imagina qual a diferença dos dois.

É simples e clara a resposta. Maurício Possui a mídia ao seu favor, já Micarla Possui a sua mídia ao seu favor.

Os problemas de Natal e Parnamirim são os mesmos, porém, a mídia "Canta" Parnamirim como uma cidade Perfeita e Natal como cidade Imperfeita. Mais simples não poderia ser.

http://t1.gstatic.com/images?q=tbn:ANd9GcRKV-ba5e-i3VQLzX2ax1bb8WOVTP1CMw28WgkJLaiWnz2vj2N16w
Foto: Google / Divulgação

Juíza condena Garibaldi e Henrique em ação movida pelo MP


Essa Matéria é do Tribuna do Norte.
Pela Primeira Vez na vida eu vejo o jornal "cortar da própria carne" e publicar essa matéria, porém, se analisarmos, três anos de condenação, já que ele tem justamente mais de três anos de mandato essa decisão veio em uma hora boa pois eles cumprirão a decisão da justiça e pronto. daqui pra eleição voltam a se candidatar e fica tudo na Santa Paz.

Veja a matéria publicada impressionantemente por Ana Ruth Dantas.


A juíza Ana Cláudia Secundo da Luz, da 3ª Vra da Fazenda Pública de Natal, condenou o ex-governador Garibaldi Alves Filho (hoje ministro da Previdência no governo Dilma Rousseff) e o deputado Henrique Eduardo Alves (PMDB) a perda dos direitos políticos por três anos. A sentença da juiza atende ação do Ministério Público Estadual que, em 2001, instaurou procedimento administrativo para apurar o uso de imagens de agentes públicos na Publicidade Oficial do Rio Grande do Norte, o que poderia significar ofensa ao princípio da impessoalidade previsto no caput do art. 37 da Constituição Federal. Os advogados de Garibaldi Filho e Henrique Eduardo tem até o próximo dia 31 para apelar da sentença.


Na ação, o Ministério Público Estadual destacou que houve uma veiculação maciça de publicidade oficial do Estado, por meio da mídia Televisiva, nos meses de novembro e dezembro de 2001, na qual despontavam insistentemente as imagens de Garibaldi Filho, como governador, e de Henrique Eduardo, então no cargo de secretário de Governo.


“Conforme as informações obtidas na tramitação do procedimento administrativo, ficou comprovada a intensa exposição na mídia, as custas do erário, da imagem dos demandados, personalizando nas suas figuras os êxitos anunciados nas peças publicitárias da administração estadual”, ressaltou na peça de acusação o MP .


A juíza concluiu que não houve prejuízos para o erário, mas que ficou caracterizado a promoção pessoal dos réus e que houve crime de improbidade ao desrespeitar o principio da impessoalidade nas publicadas de ações do governo. Além da perda dos direitos políticos, os réus foram condenados a pagamento de multa no valor de três vezes a remuneração percebida na época (2001), com correção monetária e juros legais.


Veja a decisão na íntegra: CLIQUE AQUI!

domingo, 15 de maio de 2011

Essa é a Parnamirim que os jornais não mostram


Quem lê os jornais do estado só leem matérias de Natal, principalmente o TN.

A omissão é tanta que vários problemas que já foram cidatos por nosso site nunca são noticiados por esses veículos de Comunicação.

Veja a imagem área postada no Twitter por um leitor: @jovanaraujo


sábado, 14 de maio de 2011

Parnamirim intocável pelos veículos de comunicação


Se em Natal o apelo em “falar mal” da Administração é enorme por parte dos veículos de comunicação mantidos pelos Alves em Parnamirim acontece o inverso.

A cidade de Parnamirim está entregue às baratas. Violência, falta de saneamento, de drenagem, descaso na Saúde, ruas alagadas, esburacadas, obras paradas, Lixo, falta de controle de endemias, de zoonoses, Avenidas sem sinalização, Engenheiros e arquitetos em Greve, Maternidades e hospitais superlotados, espera de processos na SEMURB que duram anos, construções irregulares, Ruas sem calçamento, Nova Parnamirim em caos, Passagem de Areia entregue à criminalidade, Parques abandonados, Praças sem manutenção e sendo local de uso de drogas, Transporte público precário, falta de abrigos em paradas de ônibus, entre outras coisas.

Em meio a tantos problemas enfrentados pelos parnamirinenses simplesmente o Tribuna do Norte não veicula matérias negativas ou as denúncias enviadas e que “falam mal” da Administração de Parnamirim.

É impressionante como problemas enfrentados pelos moradores de Nova Parnamirim de alagamento na Avenida Abel Cabral, o único que foi veiculado pelo RNTV, simplesmente foram destacados como “culpa da MRV” e retirou da prefeitura o ônus dos problemas. Com isso a empresa virou carrasco de Nova Parnamirim e a prefeitura saiu ilesa das denúncias.
Parnamirim está em caos e os moradores estão vivendo em um mundo onde a mídia da TN não aparece e mostrando uma cidade “PERFEITA”. Parnamirim está afundado em problemas e não são veiculadas.

Deixe seu comentário para sabermos a opinião. 

A manipulação dos Jornais e TV do RN pode estar acontecendo.


Tribuna do Norte, sem Norte ou com Norte

Quem lê o jornal Tribuna do Norte ou assiste às reportagens do RNTV ou demais programas do grupo de comunicação que é mantido pelos Alves aqui no estado do RN simplesmente nem imaginam que possivelmente podem estar sendo manipulados.

O que acontece é que constantemente, diariamente e de minuto a minuto, as notícias veiculadas por esses órgãos se pautam, ao que se observa, em simplesmente defender os interesses da família.

É impressionante como o Jornal mostra problemas quase impossíveis de resolver e que não eram destaque na época em que Carlos Eduardo era prefeito ou outro membro da família fazia parte do poder.

Problemas como a Saúde e Lixo são situações que vêm se desdobrando em décadas e que somente agora, quando a administração não é Alves, aparecem na primeira página de jornais e em matéria principal na TV.

Se você entra neste momento no site da Tribuna do Norte vê ao menos 3 matérias relacionadas à cidade de Natal sempre criticando. Matérias falando sobre coisas importantes ou anunciando alguma conquista da cidade são raras.

Quanto mais o tempo passa o veículo demonstra que não é tão imparcial quanto esperamos ser. O fato é que a Tribuna do Norte é o jornal mais lido hoje no RN e possui um poder de convencimento. O mais preocupante é que a maioria dos leitores não possuem a capacidade de diferenciar as verdades relativas, ou seja, ainda não foram condicionadas a pensar Mais além, diferenciar o que é interesse do que é um problema real.

A impressão que dá é que, a todo custo, são obrigados a veicular matérias negativas como se dissessem: A atual administração não pode aparecer bem de jeito nenhum. Basta ler o que está escrito que vemos que o veículo está apelando. O lado político do TN nota-se descaradamente em suas matérias.

Temos o maior respeito pelo veículo, pelo nome TN e pelo que ele representa à vários anos no RN, porém, o nome Tribuna do Norte está acima de qualquer matéria parcial veiculada. O TN já faz parte da história do RN e deveria se preocupar em engrandecer o estado a ter que prejudicar uma capital para conseguir os objetivos. Essa é uma forma de pensar e pode não corresponder com a verdade, porém, entramos no site do TN todos os dias para procurar novas notícias e simplesmente fica chato a maneira como estão “cantando a bola” de Natal e dos interesses políticos.

Parnamirim intocável:

Se em Natal o apelo em “falar mal” da Administração é enorme por parte dos veículos de comunicação mantidos pelos Alves em Parnamirim acontece o inverso.

A cidade de Parnamirim está entregue às baratas. Violência, falta de saneamento, de drenagem, descaso na Saúde, ruas alagadas, esburacadas, obras paradas, Lixo, falta de controle de endemias, de zoonoses, Avenidas sem sinalização, Engenheiros e arquitetos em Greve, Maternidades e hospitais superlotados, espera de processos na SEMURB que duram anos, construções irregulares, Ruas sem calçamento, Nova Parnamirim em caos, Passagem de Areia entregue à criminalidade, Parques abandonados, Praças sem manutenção e sendo local de uso de drogas, Transporte público precário, falta de abrigos em paradas de ônibus, entre outras coisas.

Em meio a tantos problemas enfrentados pelos parnamirinenses simplesmente o Tribuna do Norte não veicula matérias negativas ou as denúncias enviadas e que “falam mal” da Administração de Parnamirim.

É impressionante como problemas enfrentados pelos moradores de Nova Parnamirim de alagamento na Avenida Abel Cabral, o único que foi veiculado pelo RNTV, simplesmente foram destacados como “culpa da MRV” e retirou da prefeitura o ônus dos problemas. Com isso a empresa virou carrasco de Nova Parnamirim e a prefeitura saiu ilesa das denúncias.
Parnamirim está em caos e os moradores estão vivendo em um mundo onde a mídia da TN não aparece e mostrando uma cidade “PERFEITA”. Parnamirim está afundado em problemas e não são veiculadas.

Matérias na TV

Uma outra questão importante são as matérias de TV. Não bastasse as criticas à atual administração nos Jornais, essas se estendem para a TV e descaradamente manipulam a população ao seu modo de pensar.

Um Exemplo.

Uma matéria sobre transporte público foi veiculada no RNTV, o repórter foi até o local e entrevistou os usuários do serviço. Na ocasião o repórter falava de uma superlotação que não eram exatamente mostrada nas imagens, chegando dentro do ônibus o repórter pergunta aos moradores algo semelhante a: É um problema essa questão da superlotação não é? Aí o usuário responde corroborando com a pergunta do repórter: SIM.

Logicamente se o repórter pergunta que a superlotação é um problema os usuário não vão responder ao contrário.

Caso a pergunta fosse mudada para: Você nota que a superlotação melhorou? Temos certeza que o entrevistado vai responder que SIM. Foi induzido pela magia de falar na TV e vai defender sua opinião no seu grupo social.
Enfim, essa é uma opinião e não representamos nenhum partido político e muito menos defendemos políticos, porém, não podemos aceitar manipulação. Respeitamos o TN e a InterTV, empresas cujo nomes estão acima de qualquer situação como essa.

Fica o alerta. Vamos pensar juntos?

Deixe seu comentário para sabermos a opinião.

Home with right posts

?max-results="+numposts3+"&orderby=published&alt=json-in-script&callback=showrecentposts3\"><\/script>");

Home with right posts 2

Slider right list post